O que será da Quiksilver?

Criada em 1969, na Austrália e, atualmente com sede na Califórnia, a icônica marca Quiksilver entrou com pedido de recuperação judicial e tem o plano de entregar o controle a seus principais credores. De acordo com Andrew Bruenjes, diretor-financeiro da empresa, a companhia não conseguiu sustentar um processo de reinvenção, iniciado em 2013.

A Quiksilver tentava criar uma empresa mais abrangente o que, segundo Bruenjes, criou uma companhia fragmentada com inconsistências regionais. As operações da marca fora dos Estados Unidos, principalmente na Europa e na Ásia não serão afetadas pelo processo de recuperação judicial.

A principal credora da Quiksilver é a Oaktree Capital Management LP que propôs uma troca do título de crédito da empresa por participação majoritária. A Quiksilver aguarda a aprovação judicial de tal proposta e um outro plano de tomar um empréstimo de US$ 175 milhões que será usado para concluir a reestruturação da companhia.

A Quiksilver começou com a fabricação de trajes aquáticos e capacetes se estabelecendo, posteriormente, como uma empresa que vendia roupas para quem curtia o estilo de vida ligado à natureza.

Na década de 1990, com a moda do surf, a Quiksilver apostou neste mercado em um momento que surgiam concorrentes como Billabong e Pacific. Atualmente, um dos principais problemas com a marca foi o aumento da concorrência e as opções importadas e a dificuldade de se competir com elas.

Em 2014, as vendas da empresa caíram 13% e o prejuízo subiu para US$ 309,4 milhões. A dívida total da Quiksilver é de US$ 826 milhões.

 

Criada em 1969, na Austrália e, atualmente com sede na Califórnia, a icônica Quiksilver deve entregar o controle a seus credores
Crédito: Reprodução

Source: M&M Mkt